A NAU e o Dia de Portugal, de Camões e das comunidades portuguesas

Quinta-feira, 10 Junho 2021

A NAU é um projeto inovador em língua portuguesa que tem como missão ser a plataforma de referência do conhecimento lusófono, colocando o conhecimento ao alcance de todos, por Portugal e pelos portugueses. No Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, celebramos todos os portugueses e lusodescendentes, a cultura e a língua portuguesa.

Comemore connosco este dia e conheça melhor a NAU, um serviço da unidade FCCN da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), como esta está ao serviço de Portugal e quais as suas vantagens, com o nosso gestor, Pedro Cabral.

Pedro Cabral, gestor da NAU

#1 No dia 10 de Junho, comemora-se o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, de que forma a NAU enquanto plataforma reconhece e contribui para a divulgação da importância dessa data e do seu significado?

A NAU serve a comunidade lusófona, esteja ela em Portugal, nos países que tenham o Português como língua oficial, ou mesmo todos os falantes da língua de Camões por esse mundo fora. O Presidente da República tem tido a preocupação de estar em contacto direto com a comunidade portuguesa no estrangeiro durante o 10 de junho e é com muito gosto que vemos a NAU a cumprir este papel todos os dias, já que os utilizadores da NAU se encontram por esse mundo fora, em particular em Angola, Brasil, Cabo Verde, Espanha, EUA, França, Holanda, Moçambique, Reino Unido ou São Tomé e Príncipe, só para identificar alguns dos países com maior representatividade.

#2 Tendo em conta os cursos disponíveis pela NAU, de que forma considera que estes podem contribuir para o reforçar dos laços entre populações dispersas no vasto espaço da lusofonia?

Há várias instituições a contribuir para esse papel seja fisicamente, através de associações locais com atividades de celebração do próprio dia 10 de junho, ou remotamente, como acontece com a RTP Internacional. Com um mundo cada vez mais digital, é mais fácil para as famílias manterem o contacto com a sua terra, com as suas famílias, com a sua gente. A NAU, sendo uma plataforma de aprendizagem digital, também faz esse papel de reforçar os laços, já que permite a quem está fora de perspetivar o conhecimento e o olhar que uma entidade portuguesa, numa determinada área de saber, imprime na NAU. Exemplificando, os cursos de fake news têm um conjunto de aspetos contextuais centrados na nossa realidade. Isso permite aos utilizadores que estão lá fora manter essa proximidade, com um ponto de partida comum, que é Portugal. Mas também acaba por garantir uma dinâmica muito interessante, ao trazerem a sua experiência de vida de um contexto cultural distinto, já que cada país tem as suas idiossincrasias.

#3 Quais considera serem as principais vantagens na existência de uma plataforma como a NAU?

Apesar de o Inglês ser a língua mais falada por esse mundo, nem todos a dominam. Não existe qualquer plataforma dedicada em exclusivo à língua portuguesa ou que represente as entidades falantes da língua de Camões. A NAU cria esse espaço, dando resposta a um grupo relativamente alargado de pessoas que não domina outras línguas.

#4 Tendo conhecimento que a plataforma NAU lançou recentemente o seu primeiro curso em inglês de que forma pretende gerir a coexistência entre cursos de diferentes línguas, considerando que a NAU se anuncia como plataforma de referência do conhecimento lusófono?

Como referi anteriormente, nós não representamos apenas a língua portuguesa, porque também representamos as entidades lusófonas. Nesse sentido temos que reconhecer que algumas das entidades têm um âmbito de trabalho internacional e o inglês faz parte do seu dia-a-dia. Mesmo quando temos as entidades lusófonas a criar um curso noutras línguas, é frequente que tragam aspetos contextuais relativos à lusofonia, portanto, continuamos a cumprir a nossa missão de trazer o conhecimento lusófono. Deste modo, continuamos a ser a plataforma de referência do conhecimento lusófono e isso leva-nos a querer continuar a navegar por esse mundo fora a partilhar o que melhor sabemos e fazemos, independentemente da língua.  

#5 Quais os próximos planos de crescimento da plataforma? No que diz respeito a novos cursos continuará a posta em cursos de língua portuguesa ou estender a outras línguas é um dos objetivos da NAU?

A nossa aposta para os próximos meses é na promoção de cursos que tenham impacto ao nível da empregabilidade, seja para quem já está a trabalhar e precisa de melhorar o trabalho que faz, para quem queira fazer uma mudança na sua carreira, ou mesmo para quem agora está a querer começar uma carreira. Por outro lado, também queremos apostar numa maior diversidade em termos de áreas do saber. Desta maneira vamos ampliando o público-alvo da NAU e criar maiores condições para a massificação desejada, promovendo o aumento da literacia digital.

#6 Que mensagem gostaria de deixar aos portugueses que vivem no estrangeiro e encontram a NAU pela primeira vez?

Que a divulguem e que tirem o máximo partido dela.

A plataforma NAU é um serviço desenvolvido e gerido pela Unidade FCCN da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) que permite a criação de cursos em formato MOOC (Massive Open Online Course), ou seja, cursos abertos e acessíveis a todos, produzidos por entidades reconhecidas e relevantes na sociedade, que contam com a participação de milhares de pessoas.

Esta plataforma faz parte das ações transversais da iniciativa Portugal INCoDe.2030 ao promover o desenvolvimento digital, a inclusão e a literacia digitais, educação e qualificação da população ativa. O INCoDe.2030 encontra na NAU uma ferramenta que contribui para maior acesso ao saber e para o desenvolvimento de aptidões, tornando a população mais qualificada.

A NAU Conheça os cursos disponíveis e mais informações visitando o site da NAU.