NAU no Encontro Ciência 2021

Quinta-feira, 1 Julho 2021

A Plataforma NAU da Unidade FCCN, organizou, no passado dia 28 de Junho, no Encontro Ciência 2021, a sessão temática Massive Open Online Courses (MOOC) na Promoção da Ciência. Em parceria com a Escola Superior de Enfermagem do Porto, o Instituto Politécnico de Lisboa, a Universidade Aberta e o Instituto Superior Técnico a sessão teve como objetivo a apresentação das vantagens dos MOOC.
Gestor da NAU, Pedro Cabral no Encontro Ciência 2021
Gestor da NAU, Pedro Cabral no Encontro Ciência 2021

Pedro Cabral, gestor da NAU, foi o moderador da sessão e destacou a NAU como ferramenta ao serviço da Ciência. Falou como os cursos abertos e massivos, numa altura de pandemia, subiram exponencialmente os seus números de utilizadores no estrangeiro, tendo, também, a NAU aumentado os seus números, assim como as entidades aderentes.

Atualmente, a NAU tem 31 entidades parceiras. Este ano juntaram-se mais 9.

As vantagens

Através da visibilidade que dão ao trabalho das entidades, os MOOC podem ser vistos como uma ferramenta de marketing de atração de novos estudantes, por exemplo, para as Universidades e Politécnicos.

Oradores convidados
Oradores convidados (da esquerda para a direita): Fernando Caetano, da Universidade Aberta, Miguel Padilla, da Escola Superior de Enfermagem do Porto, Maria João Escudeiro, do Instituto Politécnico de Lisboa e Joana Lobo Antunes, do Instituto Superior Técnico

O gestor da NAU, destacou também a possibilidade de utilização de um curso como instrumento de recolha de dados, permitindo a investigadores desenvolverem trabalhos de pesquisa e investigação.

A confiança dos parceiros

Oradores convidados de entidades parceiras da NAU partilharam as suas experiências.

Miguel Padilla, da Escola Superior de Enfermagem do Porto, apresentou os dados de investigação obtidos através dos MOOC, realçando que o objetivo da ESEP com recurso aos MOOC é a utilização das tecnologias como meio de capacitação de profissionais, mas também para promover a formação contínua ao longo da vida. Criar, através dos MOOC, ambientes de aprendizagem amigáveis, de forma a fomentar o acesso ao ensino, tanto aos profissionais de saúde, como também aos cidadãos.

Maria João Escudeiro, do Instituto Politécnico de Lisboa, mencionou que o MOOC Introdução à Epigenética, disponível na NAU e atualmente na sua 3º edição, foi fulcral para a captação de novos estudantes e explicou quais  as futuras iniciativas do Politécnico de Lisboa para aproveitamento do potencial destes recursos de aprendizagem a distância.

O Professor Fernando Caetano, da Universidade Aberta, falou sobre o papel das Micrograduações. O que são, para que servem, como podem ser elemento de calibração da formação e do currículo, e como podem estas ser adquiridas.

Por fim, a Professora Joana Lobo Antunes, do Instituto Superior Técnico, explicou a importância da comunicação, a qual deverá ser tida em conta em todo o processo de elaboração dos MOOC. Abordou, em especial a necessidade de formar os especialistas e responsáveis pelos cursos. O objetivo será sempre a maximização e o impacto da mensagem que se pretende transmitir.

Reveja a sessão no educast: https://educast.fccn.pt/vod/clips/1d96taq8g1/desktop.mp4?locale=en