ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa

Quem Somos

O ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa é uma instituição pública de ensino universitário criada em 1972.

No ISCTE o contributo para com a sociedade e como missão consiste em desenvolver, com elevados padrões de qualidade o ensino, em especial nos níveis pós-graduados, a investigação científica e a transferência de conhecimento para a sociedade. Assim, na sua estrutura organizacional encontramos a composição das seguintes unidades orgânicas descentralizadas: quatro Escolas, dezasseis Departamentos e oito Unidades de Investigação.

As áreas de ensino e investigação do Iscte estão organizadas em quatro escolas. A Escola de Ciências Socias e Humanas (ECSH) oferece uma formação diversificada em Psicologia, Economia Política e Antropologia. Assim como Estudos de Desenvolvimento e Ciências Jurídicas.

Algumas das áreas científicas fundadoras do Iscte e pioneiras no desenvolvimento das Ciências Sociais em Portugal estão englobadas na Escola de Sociologia e Políticas Públicas (ESPP). Quatro cursos de licenciatura em Sociologia, Ciência Política, História Moderna e Contemporânea e Serviço Social, e um ramo opcional em Políticas Públicas

Uma das vantagens de estudar na Escola de Gestão (IBS) é que cada aluno tem a oportunidade de conhecer de perto o mundo das empresas. Fica preparado para responder, com sucesso, aos desafios que se lhe vão colocar desde o primeiro dia da sua vida profissional.

Os estudantes da Escola de Tecnologias e Arquitetura (ISTA) são preparados para os grandes desafios que são colocados atualmente pela Sociedade de Informação. Desempenham duma forma prática e inovadora a Arquitectura e o Urbanismo, numa simbiose entre tecnologia e cultura.

Com mais de 10 mil estudantes em programas de graduação (44%) e pós-graduação (56%), 390 docentes (ETI), 390 investigadores a 100% e 270 funcionários não docentes, o Iscte orgulha-se de ser uma das universidades mais dinâmicas e inovadoras do país.

O campus do Iscte localiza-se no centro de Lisboa. Integra quatro edifícios (cerca de 45 000 m2), um dos quais vencedor de um prémio Valmor, o maior prémio português de arquitetura. O acesso ao campus é livre e aberto a todos os cidadãos.

O diálogo entre as áreas científicas das escolas – Ciências Sociais e Humanas, Gestão, Sociologia e Políticas Públicas, Tecnologias e Arquitetura – é gerador de oportunidades únicas.